Aba 1

Postado em 23 de Julho de 2015 às 11h21

Atitudes básicas para um negócio

Saiba quais são e como adotar três princípios de sucesso no mercado da internet

Em todos os anos de agência, tive a oportunidade de conhecer centenas de pessoas e atendi a diversos tipos de empresas, de pequenas a grandes marcas. Também descobri um pouco mais da personalidade e do perfil de empreendedores digitais.

Durante esse período, mapeei quais são as atitudes básicas desse tipo de empresário e, independentemente do porte das empresas, posso dizer que há três passos para cair de cabeça no ambiente on-line.

 

Arrisque: O mercado ainda é novo e cheio de paradigmas. Ja ouvi várias vezes: "Quanto você dará de retorno para meu investimento?" ou "Meu investimento será proporcional ao que você me entregará?". Por um lado, os empreendedores estão cobertos de razão ao questionar isso. Por outro, acabam se esquecendo que a agência pode superar muito suas expectativas. 
Geralmente, essas são perguntas de pessoas com sócios que não acreditam na internet. Provavavelmente, possuem seus 40 anos ou mais e não vivenciam o verdadeiro universo digital. Está mais do que provado que todos vivem conectados com a internet. Tudo depende apenas de qual estratégia de marketing e comunicação você adotará para impactar esses clientes digitais.
Eu sempre me lembro de uma frase qua um antigo gerente dizia: "Quem aposta alto, ganha alto. Mas, se você não apostar, nunca saberá o resultado da sua ação".

 

Negocie: A arte de negociar é essencial em qualquer profissão, até na vida ela é muito valiosa. Portanto, um bom empreendedor digital deve saber negociar com seus fornecedores, principalmenteno mercado atual em que estamos vivendo.
Apenas tome cuidado para não espremer demais seu fornecedor. Ninguém gosta de ser desvalorizado. Então, para manter uma relação harmoniosa, negocie sempre de forma moderada. E nunca se esqueça: ele é seu parceiro e você sempre precisará contar com a ajuda dele.

 

Trabalhe: Nesses anos todos tive o prazer de conhecer pessoas e clientes inspiradores. São histórias que vão desde o office boy que se transformou em proprietário de uma empresa líder de mercado até ex-camelô de rua que construiu uma das maiores marcas de relógio do mundo.
Todos eles sempre contam histórias de pura perseverança e muito trabalho. Portanto, o negócio é correr atrás da bola.

 

Boa sorte!

Flávio Zeinum,
Revista W, edição: 180

Veja também

Voltar para Blog da Elo

(49) 3316-0400